7 práticas que vão te ajudar a vencer o medo de falar em público

Por 3 de julho de 2018Carreira

A comunicação é uma das habilidades mais importantes no dia a dia profissional. Veja dicas para realizar reuniões e apresentações com mais segurança e menos falhas

Falar em público parece um pesadelo para algumas pessoas. Noites de sono agitado antes da apresentação, mãos suando enquanto olha os espectadores durante o discurso… Essa prática, porém, pode ser bem mais tranquila, e é importante que seja, pois o medo de falar em público pode atrapalhar muito o desenvolvimento de uma carreira.

Mesmo com a Comunicação sendo apontada como uma das habilidades mais valiosas e que mais vão crescer nos próximos anos, encarar o medo de falar em público ainda é difícil para muitos profissionais.

Uma pesquisa da plataforma de criação de apresentações Prezi nos Estados Unidos revelou, em 2014, que sete em cada 10 profissionais consultados afirmaram ter consciência que a habilidade de apresentação é fundamental para o sucesso no trabalho – mas 75% também relataram que gostariam de ser melhores apresentadores.

O mais preocupante é que o levantamento descobriu que 12% dos participantes estariam dispostos a deixar que outra pessoa realizasse uma apresentação ou discurso em seus lugares, mesmo sabendo que perderiam respeito dentro da empresa por isso.

Para Isabel Clemente, escritora, jornalista e curadora do curso de Todo Mundo Pode Falar Bem da Tamboro, a insegurança em falar em público surge, principalmente, por duas questões.

1)    Expectativa de não saber como a fala será interpretada, de não ter controle sobre como o receptor vai receber aquela mensagem.
2)    Ansiedade do despreparo, de não se sentir suficientemente pronto.

“Você não tem controle de como o outro vai interpretar, mas tem controle de como você vai se apresentar e é nessa parte que a gente pode agir e aprender a fazer melhor”, explica.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas rápidas de como enfrentar o medo e desenvolver sua capacidade de comunicação para se apresentar em público e passar a mensagem que deseja sem mal-entendidos. Acompanhe!

1.    Treine na frente do espelho

Ninguém melhor para ser seu primeiro espectador do que você mesmo, não é? Então, sempre que precisar falar em público, comece treinando sua fala em frente ao espelho. Repare no ritmo, sonoridade do discurso, e vá se familiarizando com seu texto, o que trará mais confiança…

2.    Apresente-se para pequenas plateias

Quando estiver treinando para uma apresentação, vá aumentando a plateia aos poucos em seus ensaios. Comece com pouca gente, depois um grupo um pouco maior de pessoas em quem você confie, assim poderá se acostumar e ir ficando mais à vontade com seu discurso.

Outra dica é sempre, por mais que assuste, topar apresentar pequenos projetos no trabalho… Uma maneira de ir se preparando caso surja uma audiência maior em outra oportunidade.

3.     Grave seus exercícios

Registrar os ensaios é de grande valor para que você se autoavalie, perceba o tom da sua voz, o ritmo, os intervalos… Para isso, você pode usar seu telefone celular com um aplicativo de gravação. Mas cuidado: a ideia não é memorizar, mas sim perceber o que é preciso melhorar e também sua evolução ao longo dos treinos, que será motivadora!

4.    Não tente decorar!

Tentar memorizar sua fala pode ser uma grande armadilha… Caso se esqueça ou confunda algum trecho, esse erro pode te deixar ainda mais nervoso durante a apresentação e a sensação de ter falhado vai atrapalhar ainda mais o restante dela.

5.     Faça uma apresentação de slides

Uma apresentação de slides pode ser muito útil para dar tranquilidade a quem fala diante de uma audiência maior. Ela será uma espécie de roteiro para você e para quem está assistindo. Mas atenção: seus slides devem ser simples, e não podem concorrer com o conteúdo da sua fala. Use títulos, palavras-chave e poucas informações.

“Se quem se apresenta usando um slide cheio de brilho, rococós ou gráficos demais, o espectador vai parar para tentar interpretar o que está ali e achar que não precisa prestar atenção na fala porque tudo está escrito”, adverte a especialista.

6.    Teste olhar para a plateia

Nesse quesito, não há uma regra. Segundo Isabel, olhar para além da plateia, focando em um lugar no fundo da sala, por exemplo, pode ser um truque para algumas pessoas disfarçarem o nervosismo. Por outro lado, cruzar o olhar com o olhar de quem te assiste também é uma ferramenta para manter a atenção dele durante seu discurso. Descubra o que te deixa mais confortável.

7.     Mantenha a espontaneidade

Pode parecer demais pedir isso para quem tem medo de falar em público, mas o bom humor pode facilitar as coisas para você. Quando bem utilizada, uma tirada engraçada e de bom gosto ajuda a criar empatia com o espectador. Para não correr riscos, brinque consigo mesmo – seu nervosismo, emoção, expectativa para a apresentação –, e teste antes!

Dica: não antecipe a reação do público antes de contar sua história. O “agora eu vou contar uma coisa engraçada…” tira toda a espontaneidade da situação. “Se você precisou explicar a piada antes, é porque ela não é tão boa assim”, lembra Isabel.

Deixe um comentário