Desempregado? 7 dicas para conquistar uma vaga

Por 18 de setembro de 2018Carreira

O desemprego entre jovens no Brasil é o dobro da média mundial, descubra como conquistar seu lugar no mercado de trabalho e fugir dessa estatística

Profissional encontra sua vaga de emprego
O desemprego entre os jovens do Brasil é o dobro da média mundial. Entre as pessoas de 15 a 24 anos, a taxa de desemprego é de de 30% – enquanto a média no mundo é de 13,1% –, segundo o estudo “Tendências Globais de Emprego para a Juventude 2017”, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgado no ano passado. Dos 190 países avaliados, apenas 36 têm situação pior que a brasileira.

Outra pesquisa – a “Millennials e a Geração Nem Nem”, desenvolvida pela consultoria MindMiners em parceria como grupo Padrão, também do ano passado, com mil jovens entre 18 e 32 anos no Brasil – mostrou que um quarto dos jovens da geração Y – chamados também de millennials – estão desempregados. Outros 47% não estudam e, dentre eles, 34% também não estão empregados – ou seja, são parte do fenômeno denominado de “Nem Nem”, nem estuda nem trabalha.

Para a orientadora de carreira e diretora do site Vida e Carreira, Adriana Gomes, o primeiro fator que explica esse cenário preocupante é a economia do País, em meio à estagnação e crises. Porém, ela também considera que o jovem hoje se preocupa muito em obter conhecimento técnico e, muitas vezes, não está preparado para o mercado por falta de habilidades mais comportamentais, como capacidade de relacionamento interpessoal ou inteligência emocional.

Para te ajudar a sair das estatísticas e garantir seu lugar no mercado de trabalho, selecionamos, com a ajuda de Adriana, algumas dicas certeiras para conquistar um novo emprego. Acompanhe!

  1. Investigue a área onde deseja atuar

    Pesquise e procure entender sobre a área profissional na qual pretender trabalhar e sobre os profissionais que se destacam nela. Sempre que possível, interaja e converse com quem já tem alguma experiência.

  2. Faça trabalho voluntário

    Além do propósito do trabalho em si e o benefício dele para a sociedade, considere fazer trabalho voluntário também pelo aprendizado que você pode tirar dessa experiência. “É uma oportunidade para desenvolver habilidades técnicas e comportamentais”, diz Adriana.

  3. Turbine sua rede de contatos desde cedo

    Se você está estudando, deve aproveitar para, desde já, começar sua rede de contatos profissionais, ou seja, fazer networking. Para isso, é importante frequentar eventos e contribuir em projetos paralelos sempre que possível. “A graduação é um celeiro de relacionamentos, seja com professores ou colegas, é uma oportunidade para abrir portas e construir relacionamentos”, destaca a orientadora de carreira.

  4. Faça networking também via LinkedIn

    Outra boa maneira de manter-se ligado em novas oportunidades, independentemente do seu nível de experiência, é criando uma conta no LinkedIn, maior rede social profissional do mundo. Veja nossas dicas para fazer um perfil eficiente por lá e como turbinar sua rede de contatos.

  5. Coloque suas experiências acadêmicas no currículo

    Não se esqueça de destacar projetos legais no seu currículo, mesmo que não sejam atividades remuneradas. Trabalhos acadêmicos também contam como experiência e mostram suas competências para o recrutador. Não sabe como preparar um currículo matador? Siga o nosso passo a passo!

  6. Fale pelo menos uma segunda língua

    A fluência em outros idiomas é uma habilidade importante para o mercado de trabalho e será cada vez mais, afinal o mundo está cada vez mais conectado. Portanto, encare o estudo de idiomas como um investimento para sua carreira… Alguns aplicativos gratuitos que podem te ajudar nessa missão são o Duolingo e o Busuu. Com eles você pode aprender inglês e outros idiomas on-line.

  7. Arrisque-se e mostre todo o seu potencial!

    A juventude é o momento de se arriscar também profissionalmente. Mostre-se disponível para as oportunidades que surgirem e procure expor suas habilidades sempre que possível. “O jovem costuma ser muito introvertido devido à insegurança, mas eu diria que aqueles que se arriscam mais têm mais chances de conseguir se destacar do que aqueles que até sabem mais, mas ficam inibidos”, aconselha Adriana.

Agora que já está preparado para o seu próximo processo seletivo, é hora de destacar todo o seu potencial! Desenvolva habilidades fundamentais para o seu sucesso profissional, com cursos 100% on-line, gamificados e com atividades colaborativas. Clique aqui, comece um curso grátis e fique mais perto do emprego dos seus dos sonhos!

Deixe um comentário