Como preparar seus colaboradores para a volta ao trabalho

Com a flexibilização das regras de isolamento social, fica ainda mais evidente a necessidade de treinamento. Veja como treinar os colaboradores durante a pandemia.

Por 14 de agosto de 2020Sua equipe

Por um período o mundo parou em decorrência da pandemia do coronavírus e empresas tiveram que mudar sua rotina de trabalho e se adaptar à nova realidade, em que os profissionais de serviços não essenciais tiveram que fazer isolamento social e passaram a trabalhar em casa com o desafio de conciliar a profissão com as tarefas domésticas.

Muitas transformações ocorreram, novos hábitos e comportamentos surgiram, mas as medidas de proteção à saúde deverão perdurar por algum tempo. Mesmo com tantas indefinições, aos poucos as empresas começam a retomar suas atividades trazendo os profissionais para sua rotina quase normal. 

Setores como alimentação, segurança, limpeza e comércio, além de terem grande contato com o público, têm muita rotatividade de mão de obra. Esses setores precisam ter ainda mais cuidado para estabelecer um plano de retomada que seja seguro para todos. É aí que entra a importância de realizar treinamentos constantes dos profissionais para que se adaptem aos novos protocolos de segurança e saúde no trabalho.

Imagine a situação: você precisa adquirir um produto em uma loja, mas logo na porta já percebe que os funcionários não estão usando máscaras corretamente ou há aglomeração. Provavelmente você nem entraria, não é mesmo?  Por outro lado, por não conhecerem as orientações corretas de prevenção, os colaboradores estão mais suscetíveis a adquirirem a Covid-19 ou outras doenças, aumentando o absenteísmo. Setores mal preparados certamente perderão clientes e terão ainda mais prejuízos. Portanto, investir em treinamento é um bom negócio.

Seus colaboradores estão preparados para a volta ao trabalho?

Após tanto tempo fechadas ou abertas com restrições, empresas iniciam uma nova etapa que precisa ser estruturada com muita atenção e cuidado para inserir as melhores práticas de proteção para funcionários e clientes.

Além de planejar o retorno, fazendo adaptações físicas no local de trabalho, será preciso cuidar das pessoas. Analisar o impacto psicológico que a pandemia trouxe para todos é um desafio. 

Voltar não será fácil. O aumento do contato entre as pessoas é inevitável e, por isso, elas ainda não sabem como lidar com a insegurança, pois entendem que precisam trabalhar, mas têm medo de se contagiar. As instituições precisam ter paciência e dar garantias aos funcionários de que o ambiente está seguro e preparado para recebê-los.

Como treinar os funcionários durante a pandemia?

Com os profissionais se sentindo mais confiantes em voltar, é preciso também prepará-los para seguirem de forma correta com os protocolos de segurança e saúde. As instituições não podem assumir como regra que todos sabem exatamente como lidar com a pandemia e quais são as melhores práticas de higiene e limpeza. Estamos vivendo em um mundo com todo tipo de informação, verdadeiras e falsas, e nem todos têm acesso aos dados mais confiáveis. Diante de tanta notícia diferente, é natural que os colaboradores se sintam perdidos e, por isso, cabe à empresa dar os comandos oficiais e estabelecer um direcionamento único.

Para criar os novos hábitos é preciso realizar treinamentos constantes e avaliar periodicamente a evolução dos seus funcionários medindo o quanto eles estão aprendendo e também o quanto são capazes de colocar em prática esses ensinamentos. Para isso, é possível contar com plataformas de treinamento que possibilitem avaliações (antes, durante e depois) e pesquisas, monitorando o progresso por meio de dados e tomando ações corretivas para garantir o melhor aproveitamento, tanto para a empresa quanto para os funcionários.

Tanto para os profissionais que ainda estão em casa, como para os que já voltaram às suas atividades, realizar treinamentos a distância é a forma mais segura de engajá-los para que comecem a se adequar aos procedimentos de segurança e saúde, além de mantê-los atualizados com os novos formatos de trabalho. Além de evitar aglomerações, o treinamento remoto é a proposta ideal para a empresa ganhar mais agilidade, ser mais produtiva e fortalecer a cultura organizacional. Após meses trabalhando fisicamente distantes, é preciso promover a identificação com o propósito e os valores da instituição e o senso de pertencimento à equipe.

Mesmo tendo profissionais com diferentes níveis de conhecimento e com facilidade ou não para o  uso de tecnologias, a preparação a distância pode acontecer normalmente. Existem plataformas que oferecem toda a estrutura necessária para proporcionar o melhor desenvolvimento dos colaboradores. Através delas é possível definir o conteúdo adequado utilizando uma metodologia específica para o aprendizado do adulto, aplicar os ensinamentos e acompanhar de perto o progresso de todos.  Algumas plataformas também contam com elementos da gamificação, trazendo o dinamismo dos jogos e estimulando a interação dos participantes.

Aos poucos as instituições começam a reabrir fazendo uma série de adaptações na sua estrutura e implementando a rotina com os novos protocolos. Tudo para garantir o bem-estar e a saúde de todos. Ainda existe muita incerteza nesse momento pós-pandemia, mas uma coisa é certa: empresas e colaboradores precisam estar conscientes do seu papel nessa nova realidade para garantir o crescimento do negócio.

 

Deixe um comentário