Mitos e verdades sobre Inteligência Artificial e o futuro do trabalho

Descubra tudo sobre as mudanças que já estão acontecendo e garanta seu lugar no mercado de trabalho

Por 19 de outubro de 2018Mercado

Muito se fala sobre o futuro do trabalho e nas desvantagens que ele pode trazer para os mais diferentes profissionais e funções. Mas os novos tempos – nos quais as tecnologias evoluem em velocidade acelerada, mudando a forma como tudo é produzido – não representam apenas perigos… Podem ser também uma oportunidade!

Para te ajudar a compreender rapidamente como a automação e a inteligência artificial (IA) estão transformando as empresas e, por consequência, os empregos, nós listamos o que é verdade e o que é mentira sobre esse assunto. Acompanhe e entenda como se preparar!

Muitas profissões deixarão de existir: VERDADE

Profissões que existem hoje podem deixar de existir em um futuro próximo devido ao uso de máquinas e sistemas inteligentes em suas atividades. Uma pesquisa de 2016, realizada pela consultoria McKinsey, mostrou que, com as tecnologias existentes naquele ano, 45% das atividades pelas quais as pessoas são remuneradas já poderiam ser completamente automatizadas, e 6 em cada 10 das ocupações podem ter 30% ou mais de suas tarefas substituídas por sistemas tecnológicos que já existem.

Com mais automação nos postos de trabalho, o desemprego será maior: MITO

Em um relatório produzido pela Universidade corporativa da Deloitte, baseado em estudos da Universidade de Oxford e no banco de dados de trabalho O*Net, 77% das empresas consultadas declararam que não pretendem reduzir o número de empregos que oferecem, mas reformulá-los ou ainda capacitar os profissionais para que saibam utilizar as novas tecnologias.

Os profissionais podem ser beneficiados com todas essas mudanças: VERDADE

Apesar de parecer difícil à primeira vista, o relacionamento dos profissionais com as máquinas pode ser o grande segredo para transformar essa inevitável mudança no modo de trabalhar em um grande triunfo. Esse é um momento em que o trabalhador pode inovar e ocupar funções mais decisivas. Para isso, é necessário que os profissionais desenvolvam e explorem as habilidades essencialmente humanas, chamadas de soft skills, aquelas que irão lhes diferenciar dos sistemas automatizados, como criatividade, comunicação, resolução de problemas e empatia.

As empresas estão preparadas para o futuro do trabalho: MITO

Os progressos para implementação de sistemas de IA e automação nas empresas ao redor do mundo são cada vez maiores. Segundo estudo da Deloitte, 41% das organizações analisadas revelaram que já usam esses recursos de forma integral ou relevante, enquanto 34% têm programas-piloto. Porém, o mesmo relatório aponta que apenas 17% dos executivos globais acreditam estar preparados para administrar uma força de trabalho com pessoas e máquinas trabalhando em conjunto.

Novas profissões serão criadas: VERDADE

Se algumas atividades deixarão de existir, outras também surgirão. Segundo estudo “O futuro do trabalho”, do Fórum Econômico Mundial, 65% das crianças que ainda estão começando o ensino básico terão empregos que ainda não existem. Muitas das profissões do futuro estarão nas áreas de saúde e tecnologia, como especialista em saúde remota e cientista de dados. E, além de conhecimento técnico, algumas outras habilidades serão muito valorizadas, como ter uma marca pessoal forte, uma rede de contatos sólida e manter-se resiliente – como mostrou uma pesquisa do Institute For The Future (IFTF), instituto sem fins lucrativos do Val

Deixe um comentário